Honda CB Twister 250 2016

March 4, 2016

 

 

Quando a Honda do Brasil retirou a 250 Twister do mercado no final de 2008, a boa e velha Twister saía como líder na categoria com 81.442 motocicletas vendidas no atacado daquele ano, segundo números da Abraciclo, um número que era quase três vezes maior que a sua concorrente a Yamaha Fazer 250.

A saída da velha CB 250 Twister foi mais que uma troca pela CB 300R, que era uma motocicleta com design mais moderno e mais potente, na realidade foi o fim dos carburadores e a chegada da injeção eletrônica para esta categoria. Foram sete anos adormecida, até que no final de 2015, mais precisamente no Salão Duas Rodas que a Honda do Brasil revelou a “volta” da totalmente nova CB Twister 250, praticamente pelos mesmos motivos que a sua antecessora, esta nova motocicleta vem para incorporar a frota substituindo um modelo que já não mais abrangeria as obrigatoriedades do Promot IV.

 

 

 

Se restava alguma dúvida aos consumidores se esta nova Honda Twister iria emplacar no gosto dos motociclistas, os número de venda para este primeiro mês de janeiro de 2016 já mostram que sim, ela chegou desbancando novamente a sua maior concorrente, foram 1.544 Twister vendidas versus 489 Fazer vendidas no mesmo período, segundo a Abraciclo.

 

A Honda CB Twister 250 chega ao mercado brasileiro como uma motocicleta

totalmente nova, do chassi, ao motor, as suspensões e com um novo desenho. Pelo visual fica impossível não lembrar da CB 500F, começando pelo conjunto ótico, plásticos, rodas, alças de segurança para a garupa, realmente ela se encaixa dentro do segmento da atual linha CB.

Assim como o conjunto ótico, o novo desenho do tanque de combustível, painel totalmente digital, laterais plásticas deram um visual bastante moderno, o assento não é bipartido como a 500F mas tem dois níveis a qual se mostrou muito confortável e de ótimo encaixe, inclusive para a garupa. O posicionamento continua o mesmo, adequado para uma naked deste porte, fazendo com que a Honda mais uma vez acertasse no quesito conforto, isto também foi proporcionado pelas suspensões, tanto na dianteira que tem 130 mm de curso e que trabalha com perfeição, a traseira apesar de continuar monoshock agora é equipada com duas molas com 108 mm de curso, segundo a Honda cada mola tem um trabalho especifico, uma superior mais curta para absorver os buracos mais profundos e a segunda mais comprida para absorver pisos com buracos em sequência, enfim, o sistema funcionou muito bem em todos os tipos de buracos e lombadas pela qual passamos, fazendo uma boa leitura do relevo do piso.

 

 

 

As rodas são de 17 polegadas e pneus 110/70 na dianteira e 140/70 na traseira. O modelo que testamos tinha ABS, este importante item é vendido como opcional na Twister 250 2016. A roda dianteira é equipada com disco simples com 276 mm de diâmetro e a roda traseira também com disco simples de 220 mm, o sistema tem ação macia e bastante precisa, graças também ao ABS instalado.

A sua mecânica é do tipo SOHC (single Over Head Camshaft), 249.5 cc, arrefecimento a ar e óleo, 4 válvulas, injeção do tipo PGM-FI, bicombustível, potência máxima declarada de 22,4 cv a 7.500 rpm utilizando gasolina e 22,6 cv utilizando metanol ambas proporcionam 2,24 kgf.m de torque.

A ex CB 300R tinha um motor DOHC com 26,5 cv e um peso de 143 kg gerando 2,81 kgf.m de torque máximo.

O chassi é o chamado Diamond Frame fabricado em aço com dupla trave, rígido e bastante equilibrado quando exigido em curvas de baixa ou alta velocidade.

 

A Honda CB Twister é uma motocicleta de baixa/média cilindrada que tem um publico muito cativo, ao mesmo tempo exigente, um público que muitas vezes trabalha com a motocicleta e que também realiza pequenas viagens. Durante os testes o modelo superou as minhas expectativas em tudo, na ciclística, na potência, nas frenagens e na ação das suspensões. A CB Twister 250 pode se sentir orgulhosa de ser a irmã mais jovem da família CB, onde temos, CB 500X , CB 500F,  CB 650F e a CB 1000R.

 

A CB Twister está sendo oferecida no mercado com o preço sugerido de R$ 13.050,00 sem ABS na cores preta, branca perolizada ou vermelha perolizada. A versão com ABS tem preço sugerido de R$ 14.550,00 e é oferecida apenas na cor vermelha perolizada. Um destaque oferecido ao cliente são três anos de garantia e óleo grátis para sete revisões, este oferecimento é válido a partir da 3ªa revisão.

 

 

ESPECIFICAÇÕES

 

CB Twister 250

Motor: OHC, refrigeração a ar e óleo, 4 válv.

Cilindrada: 249,5 cc

Potência: 22,4 cv com gasolina / 22,6 cv com etanol a 7.500 rpm

Torque: 2,24 kgf.m com gasolina / 2,28 kgf.m com etanol a 6.000 rpm

Transmissão: 6 velocidades

Suspensão dianteira: telescópica, 130 mm de curso

Suspensão traseira: mono-amortecida, 108 mm de curso

Freio dianteiro: 276 mm de diâmetro

Freio traseiro: 220 mm de diâmetro

Tanque: 16,5 litros

Peso seco: 135 kg sem ABS / 137 kg com ABS

Peso total:  ND

 

 

Fotos: Johanes Duarte

 

 

 

 

 

Please reload

© 2016 Photo and Road - ALL RIGHTS RESERVED

GET MORE FROM THE TEAM:

  • Instagram Clean
  • Facebook Clean
  • Twitter Clean