Triumph Tiger 800XCX

March 9, 2016

 

 

Com uma família de seis modelos a XCX é a quinta da série estando apenas atrás do modelo Tiger 800XCA que hoje é a top de linha desta família.

 

Uma semana foi tempo suficiente para testar a Tiger 800XCX, mas não foi tempo suficiente para curtir esta motocicleta. A ideia inicial foi a de rodar dentro da cidade por alguns dias, deixando a estrada para o final de semana.

 

Então antes vamos detalhar o que esta motocicleta tem sobre as suas rodas. A começar pelo chassi de aço tubular em treliça que abraça o seu espetacular motor tricilindrico em linha conta com 12 válvulas, DOHC e com refrigeração liquida. Os engenheiros da Triumph desenvolveram este motor de uma maneira esplendida, os três cilindros deste modelo combinam perfeitamente com um rodar macio em qualquer giro, muito suave em baixas rotações e muito forte quando exigido. Os números deste motor de 800 cc são; potência de 95 cavalos a 9.250 rpm, torque máximo de 79 Nm a 7.850 rpm e agora com acelerador eletrônico, a fábrica revela que apesar dos números não terem mudado este motor teve um retrabalho interno para melhorar o consumo de combustível e diminuir o calor gerado pelo mesmo, principalmente com novos comandos de válvulas e injetores. O câmbio de seis marchas tem funcionamento preciso, macio nos engates e é bem escalonado.

 

 

 

As suspensões estão totalmente adaptadas a realidade brasileira onde o asfalto em muitas situações mais parecem trilha de off-road, a Triumph optou por utilizar a famosa marca austríaca WP, com inúmeros títulos mundiais sobretudo no off-road a marca WP tem vitórias até com Valentino Rossi quando foi campeão de 125 cc, Christian Fittipaldi também foi campeão mundial na F3000, Michael Schumacher campeão na F1 em 1994, Max Biaggi campeão mundial de 250 cc, Marc coma, Cyril Despres, David Knight, kenan Sofuoglu, Antonio Cairoli, apenas para citar alguns dos campeões mundiais utilizando esta marca, a WP é muito famosa tanto nas motocicletas quanto em carros de competição.

A Triumph optou na dianteira por uma suspensão invertida WP com 43 mm de diâmetro, curso de 220 mm e com retorno regulável. A traseira também é WP e tem monoamortecimento com reservatório de óleo remoto preso ao lado do chassi, pré-carga ajustável hidraulicamente, ajuste de amortecimento com retorno e um curso de 215 mm, acoplado a uma balança de alumínio fundido. Nota dez para o conjunto de suspensões que mostraram toda a sua qualidade em todas as situações enfrentadas.

 

 

 

As rodas neste modelo são com aro em alumínio e raiadas, na dianteira é utilizada no tamanho de 21 polegadas mostrando o seu lado mais On-Off, enquanto que as versões XR e XRX são de liga leve e tendo 19 polegadas. Os ótimos freios tem pinças Nissin, a roda dianteira tem disco duplo flutuantes de 308 mm, pinça com duplo pistão. Na traseira o disco é simples com 255 mm com duplo pistão, o ABS pode ser desligado, coisa não recomendada, a menos que seja para o uso no off-road !

 

Visualmente esta típica big trail tem um perfil encorpado, o seu tanque de combustível com capacidade para 19 litros mais a nova carenagem lateral mostram imponência. O display digital tem velocímetro, conta-giros, hodômetro total e dois parciais, indicador de marcha, medidor de combustível, indicador de temperatura ambiente, os modos de pilotagem e relógio, ao lado tem o mostrador analógico com o conta-giros e luzes de aviso diversas, este painel tem um pequeno para-brisa que ajuda muito na estrada. O assento tem um ótimo desenho e com bom encaixe, bipartido e com regulagem de altura, na traseira duas excelentes alças para a segurança da garupa. O escapamento é do tipo 3-1 e o som é o mágico tricilindricos, neste modelo acompanham, protetor de cárter em alumínio, protetor lateral do motor, protetor para as mãos, duas tomadas com saída de 12 volts, cavalete central e piloto automático.

 

Um dos destaques sem dúvida é a eletrônica, o seu computador de bordo pode controlar as opções de três modos de pilotagem, Road, Off-Road e Rider, este pode ser ajustável. Se a opção for o modo Off-Road lembre-se que o ABS estará desligado na roda traseira e a dianteira terá acionamento bem minimizado.  Além disto tudo esta motocicleta possui regulagem para o mapa de ignição, as configurações são quatro, Sport, Road, Off-Road ou Rain.

 

Esta versão é oferecida nas cores preta, azul e branca, o seu peso seco é de 196 kg e o preço sugerido de R$ 46.300,00

 

 

Com todos estes predicados o que importa é ir para a estrada e aproveitar ao máximo o conforto, potência e toda esta tecnologia embarcada.

 

 

ESPECIFICAÇÕES

 

Triumph Tiger 800XCX

Motor: Tricilindrico, DOHC, refrigeração líquida, 12 válv.

Cilindrada: 799 cc

Potência: 95 cv a 9.250 rpm

Torque: 79 Nm a 7.850 rpm

Transmissão: 6 velocidades

Suspensão dianteira: WP Invertida, 220 mm de curso

Suspensão traseira: WP mono-amortecida, 215 mm de curso

Freio dianteiro: Disco duplo flutuantes, 308 mm de diâmetro

Freio traseiro: Disco simples, 255 mm de diâmetro

Tanque: 19 litros

Peso seco: 196 kg

Peso total:  ND

 

 

 

 

Please reload

© 2016 Photo and Road - ALL RIGHTS RESERVED

GET MORE FROM THE TEAM:

  • Instagram Clean
  • Facebook Clean
  • Twitter Clean