Triumph Tiger Explorer

May 2, 2016

Uma Big Trail feita sob medida para a estrada

 

A Tiger Explorer foi feita para o uso on-off mas certamente que a sua “praia” é mais o asfalto do que a sua irmã, Tiger Explorer XC, que utiliza rodas com raios e pneus mais off-road. Mas nada que impeça de seguir por estradas de terra, muito pelo contrário, em nosso teste rodamos vários quilômetros por estradas de terra e com muita pedra solta, sem dúvida que o pneu de uso mais off-road e rodas raiadas da “XC” ajudam ainda mais, mas isto não nos impediu de sair do asfalto.

 

A estrada é o seu verdadeiro habitat, proporcionando um ótimo  posicionamento, um motor com muito folego e suspensões que trabalham de maneira bastante segura, junta-se a isto um ótimo conjunto do ABS, controle de tração e piloto automático, está feito a alegria. Apesar do foco ser a estrada, o seu comportamento na cidade não deixa a desejar, claro que quando o corredor estreitar a ponto de passar apenas uma 125 cc, aí o jeito é esperar para continuar.

 

 

O seu motor tricilindrico com 1.215 cc, DOHC, refrigeração liquida geram 137 cavalos e um excelente torque de 12,3 kgf.m de torque. Este motor transmite muita segurança quando o assunto é ultrapassagens, de resposta imediata graças ao sistema do acelerado eletrônico e com trocas de marchas bastante macias, a pilotagem fica ainda mais prazerosa e isto tudo transmite segurança. O sistema de transmissão é feito através de eixo cardam com muita precisão, mesmo no uso off-road o sistema continuo muito macio e sem barulhos.

A bela suspensão dianteira invertida na cor dourada tem 46 mm de diâmetro e 190 mm de curso, nela está equipada uma roda de liga leve com 10 raios e 19 polegadas o pneu é no tamanho 110/80, em complemento um par de discos flutuantes com 305 mm de diâmetro, pinça Nissin com quatro pistões garantem muita frenagem. Na traseira o sistema de monobraço tem em seu interior o eixo cardam, o monoamortecimento é garantido por um amortecedor Kayaba com pré-carga ajustável hidraulicamente, ajustes de retorno com 194 mm de curso, a roda de liga leve tem 17 polegadas, 10 raios e um pneu na medida 150/70, o disco de freio tem 282 mm de diâmetro com pinça Nissin e duplo pistão. O sistema do ABS pode ser desligado se a intenção for um uso mais forte no fora de estrada, em nosso teste usei com e sem o ABS, preferi deixar o sistema ligado durante todo o tempo.

 

 

Como falei no inicio, esta motocicleta tem um ótimo posicionamento, típico das Big Trail, bastante conforto para o piloto com um assento que pode ser regulado na altura indo de 837 mm até 857 mm, para a carona que fica levemente acima do piloto graças ao assento bipartido, pode contar com alças laterais para a sua segurança. Para mim que tenho 1.72 metro de altura o para-brisa funcionou muito bem, talvez para alguém mais alto a falta de regulagem na altura do para-brisa possa trazer uma certa turbulência sobre a cabeça, o acionamento dos manetes de freio e da embreagem hidráulica é bem macio e a tomada de 12 volts gerou energia para o meu celular durante toda a viagem. Um único detalhe que eu particularmente achei que poderia ser melhorado, o cavalete central que me pareceu um pouco “teimoso” em trabalhar.

O painel tem do lado esquerdo o display digital contendo todas as informações que você precisa e um pouco mais, são dois hodômetros parciais e um total, cronometro, consumo médio, instantâneo e autonomia, velocímetro, temperatura ambiente, monitoramento de pressão dos pneus (opcional), luz de alerta do piloto automático, alerta de temperaturas de congelamento dos líquidos do motor, etc.

 

 

 

Em resumo, a Triumph Tiger Explorer tem muitas qualidades para proporcionar muita emoção, conforto e segurança, mas com 259 kg e 837 mm do solo (altura do assento) os pilotos de estatura mais baixa tem que tomar muito cuidado ao colocar os pés no chão para não serem surpreendidos com algum buraco ou depressão do piso.

 

A Tiger Explorer é oferecida nas concessionárias ao preço sugerido de R$ 57.900,00, nas cores Cranberry Red, Crystal White ou Graphite.

 

Especificações

 

Triumph Tiger Explorer

 

Motor: Tricilindrico em linha, DOHC, 12 válvulas, refrigeração liquida

Cilindrada: 1.215 cc

Potência: 137 cv a 9.300 rpm

Torque: 12.3 kgf.m a 6.400 rpm

Transmissão: 6 velocidades

Suspensão dianteira: invertida, 190 mm de curso

Suspensão traseira: monoamortecimento, 194 mm de curso

Freio dianteiro: 305 mm de diâmetro com pinça Nissin e 4 pistões

Freio traseiro: 282 mm de diâmetro com pinça Nissin e dois pistões

Tanque: 20 litros

Peso seco: 228 kg  

Peso total:  259 kg

 

Fotos: Johanes Duarte

 

 

 

Please reload

© 2016 Photo and Road - ALL RIGHTS RESERVED

GET MORE FROM THE TEAM:

  • Instagram Clean
  • Facebook Clean
  • Twitter Clean