Business para o Motociclismo 2016

February 1, 2016

 

 

EM MEIO AO TURBILHÃO DE INQUIETUDES PELO QUAL PASSA A ECONOMIA BRASILEIRA, CONVERSAMOS COM OS MAIORES LiDERES DO SEGMENTO MOTOCICLISTICO BRASILEIRO PARA SABER COMO SERÁ O PRÓXIMO ANO

 

O Salão Duas Rodas acontece a dois anos na capital paulista, evento onde se congregam todas as grandes marcas mundiais, não somente as montadoras instaladas no país mas também com inúmeros fabricantes de moto peças, sobretudo da Ásia e grandes marcas do atacado e varejo nacional. Aproveitamos este evento para conversar e saber como as empresas já estabelecidas em nosso país enxergaram a importância deste Salão Duas Rodas por onde passaram mais de 260 mil visitantes e com a presença de mais de 400 marcas no geral do segmento em tudo o que lhe envolve e também para darem um prognóstico sobre negócios para 2016.

 

Iniciamos a nossa entrevista com o gerente de marketing da Polaris Brasil, Paulo Brancaglion, que representa além da própria Polaris com seus ATV e UTV agora também com a chegada da Indian Motorcycles, famosa marca norte americana fundada em 1901 em Worthington Street, Springfield, Massachusetts.

 

GERENTE DE MARKETING – INDIAN / POLARIS BRASIL - PAULO BRACAGLION

“O Salão Duas Rodas é um marco para a chegada da Indian no Brasil, a única marca inédita neste Salão e que tem uma importância muito grande não só para nós como para todo o evento. No caso da Indian, já estamos começando com quatro concessionárias, uma em São Paulo, uma no rio de Janeiro, uma em Florianópolis e uma em Belo Horizonte. A expectativa é que dobremos o número de lojas até o ano que vem e serão lojas 100% Indian não termos lojas dividindo espaço com a Polaris, ela já totalmente independente. Para este anos estamos com uma expectativa de vender cerca de 200 motocicletas e para o ano que vem este número deverá chegar a 800 unidades vendidas, neste momento estamos lançando a Indian Scout, a Classic e a Vintage que já estão disponíveis a partir de novembro e para março do ano que vem iremos lançar a Chieftain e a Roadmaster. Todas as motocicletas estarão sendo montadas no Brasil via processo CKD em parceria com a DAFRA. Além de todas as motocicletas que já estamos trazendo a Indian já disponibiliza, acessórios e vestuários, como camisetas, bonés, Jaquetas e uma infinidade de itens. Apesar de todo cenário econômico, a Polaris veio muito bem talvez até por trabalharmos em um segmento Premium que não sentiu tanto, mesmo esperando uma certa queda nas vendas devido a economia mesmo assim podemos dizer que a Polaris fez um ótimo ano, estamos trazendo como grande novidade o RZR XP 1000 Turbo e que deverá estar nas lojas em dezembro e com ele acaba vindo uma legião do Racing, pilotos que fazem Rally ou até mesmo o Sertões, com este acréscimo de consumidores esperamos incrementar as nossas vendas neste segmento que hoje perfazem dez produtos diferentes, entre ATV e UTV.”

 

A gigante Honda, maior fabricante de motocicletas do planeta também trouxe novidade para o mercado, como por exemplo a volta da CB Twister um campeão de vendas da Honda, trouxe também o scooter SH 300i que já é grande sucesso de público na Europa com mais de 1 milhão de unidades vendidas. Outra motocicleta que chamou muito a atenção foi a presença da lendária África Twin agora com o nome de CRF 1000L. Para falar sobre este momento da empresa, conversamos com o diretor comercial, Alexandre Cury.

 

DIRETOR COMERCIAL DA HONDA – ALEXANDRE CURY

“O Salão Duas Rodas 2015 está sendo um grande alento, porque desde o primeiro momento que o Salão foi aberto ao público pudemos ver um público muito forte principalmente em nosso stand da Honda, e isto realmente tem sido um grande alento dado o momento econômico. Em primeiro lugar o Salão está cheio de novidade, a Honda também trouxe algumas e isto é muito bom. Em segundo lugar é ótimo para a Honda se aproximar do seu público, estreitar relações com os seus concessionarias e também a estratégia de lançar a CB Twister aqui no Salão que é sem dúvida um grande lançamento, arrisco a dizer que este é um dos principais lançamentos em se tratando de volume que terá uma grande participação no mercado. Outro grande lançamento está sendo a ST 300i que também acreditamos que irá disputar uma boa fatia do mercado, além de trazermos a África Twin ainda como protótipo mas que também deverá estar brevemente no mercado, em tudo isto vemos grandes oportunidades. Uma boa novidade ainda deve chegar neste ano, ainda é surpresa mas logo estaremos anunciando, como você sabe a Honda tem um line-up bastante extenso, isto é muito bom para o publico e muito bom para a Honda mas agora teremos um novo marco do Promot IV para 2016 e para a Honda que tem motocicletas que vão de uma Pop a uma Gold Wing e temos que nos adequar a isto. Por isto deveremos ter mais coisas para aparecer até o final do ano graças a estas mudanças necessárias para nos adequar ao Promot IV.”

 

A marca alemã BMW também apresentou dois importantes lançamentos, a esperada S 1000XR e a G 310 Concept Stunt, ainda com um visual clean mostrando uma proposta stunt como o nome sugeria, mas já informada que a mesma será montada em Manaus no próximo ano. Para falar dos novos produtos e das expectativas futuras, falamos com o diretor da BMW Motorrad, Federico Alvarez.

 

DIRETOR BMW MOTORRAD BRASIL – FEDERICO ALVAREZ

“Todo mundo que neste momento o Brasil atravessa uma situação um pouco complicada para a economia em geral e a indústria motociclistica claro que sente estes reflexos, mas todos sabemos que o país tem um potencial enorme e que a gente precisa saber manejar estes momentos para esperar melhores momentos. Neste Salão que está sendo um grande sucesso de público e de expositores faz com que nós possamos mostrar um pouco do que é a BMW, com seus produtos de última geração e de vários segmentos, não somente o on-off como a família GS mas também importantes modelos como a série K 1600 GT e a GTL, ambos modelos top de linha em se tratando de turismo, conforto, potência tudo em um produto da mais alta qualidade, também trouxemos as esportivas S 1000RR que é um super conceito de esportividade, a R nine T que agrada muito ao público mais Vintage que tanto cresce no mundo, além de uma boutique com inúmeros acessórios e vestimentas para todos os usos. Como grande novidade trouxemos a tão esperada S 1000XR uma super motocicleta que também tem um público muito especifico, além é claro da G 310 uma motocicleta que vem preencher um espaço dentro do nosso line-up e que também deveremos estar montando no Brasil e esperamos que esteja a venda no inicio do segundo semestre de 2016.”

 

Outra marca que encontramos em um belo espaço foi a Harley-Davidson, ela que sem dúvida é o maior ícone mundial das motocicletas custom, conseguiu em seus 112 anos de história fazer mais que uma marca, conseguiu transformar as iniciais HD em sinônimo de liberdade e ser sinônimo do American Way Life sobre rodas. Para falar sobre o atual momento e o futuro, ouvimos o gerente de marketing, Flavio Villaça.

 

GERENTE DE MARKETING DA HARLEY-DAVIDSON DO BRASIL – FLÁVIO VILLAÇA

“O Salão foi muito bom para a gente, nesta edição do Salão estamos apresentando toda a linha 2016 de motocicletas Harley-Davidson, destas salientamos algumas que estão chamando mais a atenção do público em geral, como a nova Sportster Iron 883 com design completamente novo, a nova Forty-Eight que também foi redesenhada além de toda a família Sportster com novas suspensões mais confortáveis e novos assentos, trouxemos novidades na linha Softail agora com motores 103 High Output e motores de 1.700 cc agora com mais torque e potência para a família e agora a maior novidade, que tem gerado muita curiosidade entre jornalistas e o publico em geral, a Livewire, o primeiro projeto da Harley-Davidson com propulsão elétrica, um produto que ainda está em fase de protótipo e que está rodando o mundo sendo testado por milhares de pessoas para ter uma opinião dos clientes, este projeto já passou pelos Estados unidos, pela Europa, pela cidade do México e agora no Brasil, trouxemos quatro motos e duas estiveram no jumpstart para o público pode sentar e acelerar e sentir um pouco o que vem a ser este projeto. A nossa perspectiva para o próximo ano é boa, apesar de termos ajustes em decorrência da alta do dólar, mesmo assim temos uma perspectiva muito boa pois acreditamos muito na força da nossa marca e na força das concessionarias, onde já temos dezenove pontos de vendas no país, e até o final do ano esperamos abrir mais três lojas, uma em Itupeva (SP), outra em Vitória (ES) e uma em Londrina (PR). Isto dá uma confiança para o cliente que tem um ponto de assistência quando está viagem sabe que tem uma rede que vai dar assistência e que vai estar mais próximo a ele, e mais oportunidades para novos clientes poderem testar uma HD.”

 

A marca Triumph é sem dúvida sinônimo de motocicletas no estilo Cafe Racer, mas esta britânica deu grandes passos nos últimos anos e hoje brilha e disputa espaço em muitos segmentos do motociclismo, claro que o nome Boneville sempre vem a cabeça mas hoje ela briga de igual para igual entre as motos esportivas, trail e custom. Para falar um pouco sobre a marca encontramos com Waldyr Ferreira, General Manager da Triumph no Brasil.

 

GERENTE GERAL DA TRIUMPH – WALDYR FERREIRA

“Em nossa segunda participação no Salão Duas Rodas temos muito a comemorar, a cerca de três meses atrás nós comemoramos 10.000 motocicletas montadas em Manaus, nestes quase três anos no Brasil conquistamos 10% de participação de mercado, números bastantes expressivos em um mercado muito disputado e já somos o quinto maior mercado para a Triumph no mundo. Isto é muito bom, somos muito jovens e que hoje perdemos parara mercados mais relevantes como o americano e alguns mercados na Europa. No Salão Duas Rodas ficamos muito felizes pois o movimento foi muito grande em todos os dias, e isto revela como a marca cresceu muito nestes quase três anos no Brasil, acho que é um reconhecimento do trabalho que todos tem feito na Triumph. Outra prova deste sucesso foi o prêmio que ganhamos com a melhor Big Trail do ano além de um premio da Fenabrave como a marca mais desejada pelos concessionários do segmento. Para o ano que vem é de continuar ampliando a nossa rede, temos um plano para aumentar em até mais três pontos de vendas até o final de 2016, aumentando a nossa participação na região norte e nordeste do país, com isto esperamos trazer mais clientes para a marca e deixar mais clientes satisfeitos. Quanto ao Salão vemos como algo muito importante não somente para nós assim como para todas as marcas já estabelecidas no país, e ter uma vitrine por onde passaram quase trezentas mil pessoas pelo Salão e terem a oportunidade de verem  o seu produto, isto é muito importante para a marca e São Paulo é um grande cento para poder reunir todo este público e tem uma relevância muito grande assim como estratégica para nós. “

 

Outro stand onde foi observado um numero muito grande de fãs da marca foi a Yamaha, com um espaço condizente com a sua grandeza, a Yamaha Trouxe a novíssima Yamaha YZF-R1 2016 e a R3, além de apresentar para o mercado a YBR-150 BlueFlex e também a MT-03, esta ainda sem prazo para chegar por aqui. Para destacar este momento da Yamaha, conversamos com Ricardo Tedesco, gerente de marketing da empresa.

 

GERENTE DE MARKETING YAMAHA – RICARDO TEDESCO

“O Salão Duas Rodas tem sido um dos principais eventos de motociclismo do mundo, alguns dizem se o segundo maior perdendo apenas para Milão na Itália, então para a Yamaha é muito importante, tanto que neste ano tivemos a presença de Hiroyuki Yanagi presidente da Yamaha Motor Co. e também da presença do presidente da Yamaha do Brasil, Shigeo Hayakawa, ambos marcaram presença na coletiva de imprensa. Este evento foi muito importante para o mercado brasileiro, evento que ocorre a cada dois anos e onde as montadoras trazem as suas novidades e sobretudo ter uma interação para com o publico, para a Yamaha isto é importantíssimo esta interação e a gente leva esta experiência de marca para o publico onde podem conhecer todos os modelos, além de podermos interagir com todos os concessionários e parceiros, este anos realizamos a nossa convenção de concessionários junto com o Salão. Levamos alguns lançamentos, a começar pela Factor 150 que é sem dúvida o lançamento de grande volume para a marca e totalmente pronta para receber o Promot IV, além disto apresentamos o ícone das motocicletas super esportivas, a Yamaha R1 e a R1M que é a top de linha deste segmento, a R1 é uma motocicleta completamente nova e que certamente deverá ser a grande vedete para os próximos anos, também levamos a MT-09 Tracer uma versão sport touring para uso urbano e de estrada, com muito conforto e toda a qualidade já conhecida dos três cilindros da MT-09. Outro ponto a se destacar foi a serie comemorativa dos 60 anos da marca, com cores alusivas Vintage em amarelo, preto e branco destacando a nova R1, a Super Ténéré 1200 e também dois modelos para motocross, a YZF 250 e a YZF 450, todas estas motocicletas acompanham uma placa comemorativa que imaginamos serão disputadas pelos fãs da nossa marca. Para finalizar duas apresentações para sentir o gosto de publico brasileiro, a MT-03 que deve chegar no segundo semestre de 2016 e também o scooter N-Max de 160cc que deve estar sendo apresentado ainda no primeiro semestre.”

 

Outra marca muito disputada e sonhada por muito apaixonados por duas rodas, a Kawasaki, ela trouxe o que podemos chamar de cerejas do bolo, o lançamento mundial a ZX-10R 2016 e também a super esportiva H2R e seus 316 cavalos de emoção. Para saber destas e de outras novidades da Kawasaki entrevistamos Mauro Ferras gerente comercial e marketing.

 

GERENTE COMERCIAL / MARKETING DA KAWASAKI DO BRASIL – MAURO FERRAZ

“Para a Kawasaki o Salão é um dos eventos mais importantes do ano, a gente costuma dizer que o Salão duas Rodas é um divisor de águas, porque?, independente do momento econômico pela qual estamos passando, bom ou ruim, este evento agita o segmento de duas rodas, ele agita o motociclista, pessoas que estavam pensando em comprar uma motocicleta geralmente acabam tomando a sua decisão,  pessoas que estavam longe do segmento se sentem atraídas a voltar com esta agitação toda e pessoas que já são motociclista preferem dar um upgrade na sua motocicleta que já tem ou acabam até definindo a mudança para um outro estilo de moto, para a Kawasaki isto é muito importante e o objetivo da nossa empresa é fazer a pessoa feliz, o motociclista feliz. Então este evento vem de encontro com  o que a gente quer, que é exatamente trazer felicidade para o cliente e tanto o nosso stand como o nosso pessoal que lá estavam trabalhando era este mesmo, dar uma vibe e deixar o nosso cliente mais feliz em poder ter uma aproximação com todos os modelos por nós ofertados. As perspectivas para o ano que vem são as melhores possíveis, porque? O segmento de motocicleta vem reduzindo ao longo dos últimos anos, mas a Kawasaki entende que a pizza diminuiu mas a nossa fatia ela pode aumentar, vai aumentar e deve aumentar, então as nossas expectativas são as melhores possíveis, a gente que acelerar cada vez mais neste segmento, inaugurar novas concessionárias, cuidar das concessionárias já existentes, focar no nosso cliente final, cada vez mais trazer novos lançamentos, novos produtos que venham de encontro ao nosso cliente, eu costumo dizer sempre, A Kawasaki se adapta ao nosso cliente e não o contrário.”

 

Por último e um dos grandes destaques do que foi o Salão Duas Rodas 2015, a Ducati, para falar desta que é a maior fabricante italiana de motocicleta e uma das maiores do mundo no segmento Premium, estivemos nos escritórios da Ducati no Brasil e conversamos com o diretor geral o italiano Antonino Labate.

 

DIRETOR GERAL DA DUCATI DO BRASIL – ANTONINO LABATE

“A Ducati em seu terceiro ano no Brasil, a Ducati considera este ano como “renovação” porque lançamos três novos modelos anteriormente, xxx821, a Diavel e a Hypermotard, agora no Salão apresentamos a novidade mais importante para a Ducati do Brasil a família Scrambler, a nova Panigale 1299 e a nova Multistrada, isto significa que a partir de outubro deste ano até março do próximo ano, um line-up renovado, a nossa motocicleta mais antiga é a Hypermotard que tem dois meses do seu ultimo lançamento, tudo é novo, isto foge a crise no Brasil, claro que a crise no Brasil é séria e importante mas isto está mostrando que o segmento ano após ano está em crescimento, que é uma grande oportunidade para a Ducati que representa a marca mais Premium no mundo. A nossa estratégia é muito simples, continuamos a investir na infraestrutura de produção e também no crescimento da rede de distribuição, como dissemos no Salão, este ano iremos abrir mais três novos concessionarias, em Brasília (DF), Goiânia (GO) e Florianópolis (SC), estamos para abrir a mais importante loja da américa latina próximo a Marginal Pinheiros em São Paulo através do grupo Caltabiano, isto significa que a marca vai construir bases sólidas para um futuro muito importante. Esta palavras que tanto falamos no Salão, “renovação” significa renovação não somente do produto mas também trabalhamos muito neste ano para ampliar todo a estratégia onde o cliente está no centro do pensamento da Ducati, como introduzir formas diferentes de financiamento para adquirir produtos de maior valor, introduzimos o serviço de assistência 24 horas em parceria com a Europ Assistance, também estamos continuamente melhorando o “After Sales” ou pós-vendas com o treinamento contínuo para mecânicos, não somente com a parte técnica mas também com ferramental especifico para uma marca Premium como a Ducati. Este Salão Duas Rodas foi o primeiro para mim no Brasil, eu fiquei muito impressionado com todas as marcas, outra coisa relevante para mim foi a grande mistura de pessoas no Salão, isto não é comum na Europa quando vemos as pessoas muito focadas tecnicamente falando, mas aqui é diferente porque vemos a paixão nos olhos das pessoas, uma paixão autêntica, isto significa que este país tem muito para crescer com motocicleta, não será este ano, não será o próximo ano, mas tem muito para crescer porque a paixão é autentica, vemos pais, filhos, toda a família que ama as motocicletas, acho que é uma questão de tempo para este percurso acontecer, assim como aconteceu com os carros vemos que isto também irá acontecer com as motos. Isto foi o que eu mais gostei de ver, a paixão do público pelas motocicletas.”

 

TEXTO E FOTOS: Johanes Duarte

 

PUBLICADO NA REVISTA MOTO.COM.BR EDIÇÃO DE JANEIRO 2016

 

 

 

Please reload

© 2016 Photo and Road - ALL RIGHTS RESERVED

GET MORE FROM THE TEAM:

  • Instagram Clean
  • Facebook Clean
  • Twitter Clean